Cultura em La Plata

La Plata é linda, bem-cuidada e com pessoas amáveis, mas o seu fácil acesso à cultura ainda é o que mais me encanta. Além das principais atrações turísticas, citados abaixo, há diversos centros culturais independentes que oferecem os mais variados cursos e oficinas a ótimos preços.

No Centro de Arte Crisoles, por exemplo, eu faço aulas de acrobacias aéreas em tecido, três vezes por semana, 2h por aula, e pago $150 (algo em torno de R$75,00 — ver conversão de moedas no post De São Paulo à La Plata). Em São Paulo, o mais barato que pude encontrar foi aulas de 1,5h, duas vezes por semana, por duzentos reais. Também há cursos de dança, escrita, fotografia e jornalismo para crianças (sim, para introduzir crianças nesse mundo, é incrível) e adultos, criação de livros, pintura, teatro, radioteatro e alguns outros. Outro lugar legal e barato é o Centro Social e Cultural Olga Vázquez que, assim como o Crisoles, oferece cursos, oficinas e serve de espaço para apresentações artísticas, reuniões e discussões.

Além disso, nas chamadas casas universitárias, que são pensões voltadas a estudantes de baixa renda, são promovidos eventos com apresentações de música folclórica argentina, canto e dança, com entrada correspondente a um kilo de alimento não perecível, que é doado a instituições de caridade.

Vista aérea de parte de La Plata. Imagem de divulgação.

Como La Plata é o que chamamos de “cidade planejada” e a primeira do mundo construída de acordo com as ideias republicanas, em meio à Revolução Industrial e ao nascimento dos conceitos de uma vida mais harmônica e ambientalmente mais sustentável, a cidade capital da província de Buenos Aires é um quadrado com diagonais que o cruzam, contando com bosques e praças colocados exatamente há cada seis quadras — o que torna o lugar extremamente bonito, tranquilo e verde. Nos bosques, que são bem grandes, é possível aproveitar uma tarde de calor, fazer pic-nic, passear com o cachorro e se exercitar.

Opções de passeio turístico:

Museo de Ciencias Naturales: Localizado no Paseo del Bosque, sem número, tem mais de 3 milhões de objetos em sua coleção, com destaque para os fósseis de grandes mamíferos dos Períodos Terciários e Quaternários e as 21 salas de exibição permanente com amostras de geologia, fauna, flora e culturas, principalmente da América do Sul. Aberto das 10h às 18h, ingresso à $6,00, com entrada livre às terças-feiras.

Observatorio: por enquanto, infelizmente está fechado para reforma, mas é no Paseo del Bosque, ao lado do Museu, e de sextas e sábados à noite tinha apresentação informativa seguida de observação astronômica, com entrada livre.

República de Los Niños. Imagem de divulgação.

República de los Niños: é um parque temático educativo de 53 hectares que tem todos seus edifícios construídos “aos olhos” de crianças de 10 anos — e em escala também–: palácios orientais, castelos, granja, passeio de barco no lago e jogos infantis fazem parte desse ambiente mágico, voltado também a adultos. Camino Gral. Belgrano e 501, Gonnet – La Plata, de seg. a sex., das 10h às 18h e fins de semana das 9h às 19h. Menores de 12 anos não pagam.

Parque Ecológico: Criado em 1998 para oferecer à comunidade uma variada gama de atividades educativas, recreativas e culturais, com enfoque na temática ambiental, o local conta com 200 hectares de verde. Camino Centenário, entre ruas 426 e 460. De seg. a dom., das 9h às 19h, com entrada livre.

Estadio Ciudad de La Plata: é um dos estádios mais modernos da América Latina, com infraestrutura para a realização de espetáculos desportivos e culturais, comportando mais de 40 mil espectadores sentados. Na Av. 32 e 25.

Catedral de La Inmaculada Concepción: é o maior templo neogótico da América do Sul, começando a ser construída em 1884 e inaugurada em 1932, com finalização total das torres em 1999. De uma das

Catedral de la Inmaculada Concepción.

torres, com acesso por elevador,  é possível observar o traçado da cidade. Dentro há também um museu. Fica na Rua 14, entre as ruas 51 e 53. Horário de acesso à catedral: seg. a dom., das 9h às 19h. Entrada ao Museu e acesso ao elevador: ter. a dom., das 10h às 19h. Menores de 9 anos grátis.

Meridiano V: é um bairro tradicional, ao sul da cidade, com bares e centros culturais movimentados. Durante as tardes, noites e nos fins de semana há espetáculos, teatro de rua, música e, claro, bebidas e muita diversão. Vai da Av. 13 até a Av. 19, da Rua 66 até a 72.

Casa Curucthet: A casa, que foi residência e consultório do Dr. Pedro Curutchet, é importante por ser o único projeto localizado na América Latina do arquiteto francês, de origem suíça, Charles-Edouard Jeanneret-Gris, mais conhecido como Le Corbusier. As visitas acontecem de terças a sextas, das 10h às 14h30, mas necessitam ser agendadas com antecipação.

Imagem de divulgação.

Informações sobre teatros, centro culturais e Teatro Coliseo Podestá, assim como mais informações sobre a cultura de La Plata podem ser obtidas em http://www.cultura.laplata.gov.ar/. Os preços para esses eventos costumam ser um pouco mais altos, mas procurando bem dá para encontrar eventos grátis, como o que terá hoje à noite (9 de novembro), que oferecerá um evento gratuito com orquestra, balé e música no Teatro Fuerza y Luz, em celebração à reinauguração do espaço.

Nota: em La Plata há também um jardim zoológico e botânico e um hipódromo, que não foram divulgados por questões de princípios próprios da autora do blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s