À margem

Imagem: revista Época

Imagem: revista Época

Se levam em sacos pretos e sacolas

Buscam nos restos as bitucas descartadas

Segregados, molhados, sujos e distantes

Alertas, sem olfato, paladar abandonado

Se aquecem com as manchetes que estampam em seus cobertores

Descalços, passos curtos, aleijados, caminham como podem

Largados à própria sorte animal

Sobrevivem de lixo, desprezo e piedade

Não morrem por ironia.

Anúncios
Esse post foi publicado em Comportamento. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para À margem

  1. Sato disse:

    Pois é visto por poucos, criticados por muitos, e ajudados por ninguém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s