Uma questão de escolha

solAcho que não conheço uma pessoa que não goste de ver estrelas, mas aquelas que surgem à noite, que brilham, mas têm um brilho pequeno e distante quando comparadas com a estrela maior: o Sol.
Todo mundo gosta de ver o Sol chegando, ou saindo, porque é difícil olhar para ele ao meio dia, porque arde os olhos, porque esquenta e queima. Enfim, papo astronômico à parte, eu associo muito isso à vida. É mais fácil olhar as pessoas quando elas estão chegando, saindo, mas é muito mais difícil olhá-las nos olhos ao responder uma pergunta embaraçosa. É muito mais fácil viver de emoções pequenas, que não sentimos com força, do que encararmos as fortes emoções, as intensas, as que iluminam, mas também dão medo e podem até queimar.
Temos a escolha: podemos encarar o dia, a vida, o Sol do meio dia e nos permitirmos sentir tudo que podemos… ou podemos virar de costas, para que o Sol não pegue diretamente nos olhos!

Texto feito originalmente em janeiro de 2010.

Anúncios
Esse post foi publicado em Comportamento. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Uma questão de escolha

  1. Sato disse:

    Ou podemos admirar a Lua =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s